Geral
  DEFESA CIVIL

Servidores de Três Coroas participam do projeto Agentes Voluntários da Defesa Civil

Projeto é dividido em dois módulos de capacitação: administrativo e operacional
Fotos: Everton Steit/Prefeitura de Três Coroas

Apresentado durante a Oficina Regional de Defesa Civil, realizada nos dias 10 e 11, 17 e 18 de maio, nas Faculdades Integradas de Taquara (Faccat), o projeto “Agentes Voluntários” conta com a participação de dez servidores municipais de Três Coroas.

Criado com o propósito de capacitar servidores públicos municipais dos municípios do Vale do Paranhana, para que possam somar forças nos casos de eventos adversos que ocorrem cada vez com mais frequência na região, o projeto é dividido em dois módulos de capacitação:  administrativo e operacional.

O administrativo é responsável pelo levantamento de danos e prejuízos, fotos, mapeamento e outros; já o operacional auxiliará de maneira correta e organizada frente ao evento, que são operadores de máquinas e motoristas de caminhão, pessoas fundamentais nestes casos, pois trabalham na linha de frente da ocorrência.

Em Três Coroas foram capacitados dez servidores municipais das duas áreas de atuação, que se voluntariaram a fazer esta capacitação. Estes agentes voluntários serão cadastrados, comprometidos, capacitados, convocados e coordenados.

A capacitação teve aprovação unânime da Associação dos Municípios do Vale do Paranhana (AMPARA), já que os prefeitos entendem a necessidade dos municípios do treinamento, que oportunizará também ajuda entre os municípios, nos eventos que ultrapassam a capacidade de atendimento.

Conforme a prefeitura de Três Coroas, os resultados esperados são a melhoria da resposta – tempo e qualidade de ação – nas atividades preventivas, de resposta e recuperativas em face aos ventos adversos.

O conteúdo da capacitação incluiu preceitos básicos de proteção e defesa civil; histórico de eventos regionais; relações humanas em situação de desastres; identificação de riscos e ameaças; rotinas administrativas e preenchimento de formulários; eventos de produtos perigosos; comunicação social no desastre; organização de áreas de desastre; primeiros socorros e gerenciamento de abrigos.