Os artigos publicados no site da Rádio Taquara não refletem a opinião da emissora. A divulgação atende ao princípio de valorização do debate público, aberto a todas as correntes de pensamento.
Participe: jornalismo@radiotaquara.com.br
Publicado em 13/08/2021 23:41 Off

Sexta-feira treze, em agosto

Agora sim temos o que temer. Sextas-feiras treze, geralmente são rondadas por superstições. Gatos pretos, sete anos de azar, espelhos quebrados e Bruxas no céu. Isso tudo existe, não é só superstição. E não tem problema algum. Entretanto, uma sexta-feira treze em agosto, isso sim é algo para se apavorar e esperar pelo pior. Agosto já não tem uma fama muito boa, aí junta duas coisas de famas duvidosas… Eu não sei vocês, mas eu estou com medo.

Não por acabar vendo a Bruxa na noite de lua brilhante voando as tranças por aí. O medo é de ela cair da vassoura e quebrar o delicado pé na sua cabeça desavisada. É ela decidir mudar a rota e dar de cara no tronco do poste de luz. É um cabo desencapado encostar suavemente na ponta do chapéu e causar um arrepio um pouco mais longo.

Também não é porque o Gato Preto vai ficar miando a noite toda, curtindo sua vibe de dono da rua. Mas sim, porque ele pode acreditar que isso é verdade e juntar todos os bichanos e planejar o maior atentado de dominação mundial enquanto você dorme. E daí estaremos cheios de patinhas fofinhas marcadas nas ruas. O que poderia ser tão fofo, mas tão fofo que viraria atração Miaundial. Com cobranças de ingressos, comandada pelos próprios gatos, é claro.

Espelhos poderiam se juntar a onda do “meu reflexo, minhas regras” e refletir só o que é Belo. Ou, simplesmente, trocar de lugar com você e assumir a sua vida por vinte e quatro horas, causando confusão e estragos irreparáveis. Enquanto isso, você lembraria que o seu reflexo não é você, e choraria copiosamente.

Fechem as janelas, mas cuidem o escapamento de gás. É sexta-feira treze em agosto. Fiquem debaixo das cobertas, mas cuidem com as aranhas. Repassem aquela corrente do Orkut, que foi pro Facebook e provavelmente encontraremos no Tiktok hoje. Se cuidem, mas não tanto.

Leiam, mas não levem à sério. Nem à risca.

Por Krishna Grandi
[Leia todas as colunas]

>> Deixe sua opinião:
Os artigos publicados no site da Rádio Taquara não refletem a opinião da emissora. A divulgação atende ao princípio de valorização do debate público, aberto a todas as correntes de pensamento.
Participe: jornalismo@radiotaquara.com.br