Sindicato dos Sapateiros de Parobé participa de Tribuna Livre na Câmara de Vereadores

O objetivo da participação foi levar informações a respeito do andamento das reuniões que vão definir o dissídio para os trabalhadores
Publicado em 26/08/2021 10:17 Off
Por Alan Júnior
Foto: Divulgação/Câmara de Vereadores de Parobé 

Em meio às negociações coletivas deste ano, o Sindicato dos Sapateiros de Parobé participou nesta semana da Tribuna Livre na Câmara de Vereadores de Parobé. O principal objetivo da participação foi levar informações a respeito do andamento das reuniões que vão definir o dissídio para os trabalhadores do calçado.

Até o mês de agosto deste ano, a inflação chegou à marca de 9,85%. Segundo informações do Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Econômicos (DIEESE), a cesta básica teve aumento de 35% em um ano.

Durante o relato feito aos parlamentares, o presidente da entidade, João Pires, salientou a divulgação feita por algumas empresas a respeito de aumento dos lucros mesmo em cenário de pandemia, além da contratação de funcionários para novas filiais em outros municípios.

“O trabalhador de Parobé merece valorização. Sempre nos colocamos à disposição para auxiliar na geração de empregos, mas neste momento é preciso entender as dificuldades da categoria. Estamos falando de pessoas que se dedicam em seus postos de trabalho, que são peças fundamentais para o desenvolvimento do nosso município”, explicou.

Ao entregar um documento aos vereadores, Pires enfatizou a necessidade urgente de reposição salarial e a garantia das cláusulas trabalhistas já negociadas em 2020. “Só fazendo milagre para que com salários baixos a vida aconteça. Peço o apoio desta Casa para que a gente possa dar um passo à frente nesta negociação deste ano”, disse.

Em 2021 o Sindicato reivindica a inflação do período, além de um aumento real em 3%, abono salarial de R$ 800 (baseado no salário mínimo da categoria), cestas básicas para empresas que ainda não entregam aos trabalhadores.

>> Deixe sua opinião: