Geral

Sirlei retira projetos sobre funcionalismo e estrutura administrativa de Taquara

Prefeita encaminhou matérias a Câmara, mas, após audiência polêmica, textos serão discutidos em oficinas entre vereadores e administração municipal.
Reprodução

A prefeita Sirlei Silveira (PSB) encaminhou, nesta segunda-feira (29), ofícios à Câmara de Vereadores em que retira de tramitação uma série de projetos que estavam causando polêmica em Taquara. Tratam-se de matérias que reestruturavam a estrutura administrativa do Executivo, e que mexiam, também, no sistema remuneratório de profissionais. Uma audiência conjunta das comissões da Câmara, na manhã desta segunda-feira, explicitou divergências em relação ao texto, inclusive do vice-prefeito Nelson Martins (DEM).

Com isso, o procurador jurídico da Prefeitura, Thiago Marques, anunciou, durante a reunião, a disposição do Executivo em retirar as matérias de análise do Legislativo. Os textos, segundo ele, serão discutidos a partir de agora em oficinas entre os vereadores e a administração municipal, para serem reapresentados à análise da Câmara. Durante a tarde, a prefeita Sirlei oficializou a retirada das matérias do Legislativo. A retirada das matérias da Câmara foi elogiada por vereadores integrantes da oposição.

Na reunião das comissões, houve muitos questionamentos à prefeitura por conta das matérias. Um dos textos polêmicos diz respeito à reclassificação de padrões de salários, em que a administração alega que não haverá aumento dos salários de cargos comissionados. Outra polêmica é a matéria sobre o regime de previdência dos servidores públicos. O vice-prefeito Nelson defendeu que o Sindicato dos Municipários está atuando sobre os projetos apresentados pelo Executivo. Houve críticas, como a do vereador Sandro Montemezzo (PSD), de que as matérias continham erros importantes e que não poderiam ser votadas da forma como apresentadas.

Assista a audiência da Câmara de Vereadores: