Solenidade marca início das atividades da EMEI Vovó Celita em Taquara

Escola atenderá crianças de zero a quatro anos
Publicado em 25/08/2021 23:57 | Atualizado em 26/08/2021 08:08 Off
Por Cleusa Silva
Fotos: Cleusa Silva/Rádio Taquara

Após polêmica envolvendo sua abertura, a Escola Municipal de Educação Infantil Celita Campos Rocha (EMEI Vovó Celita), na localidade de Pega Fogo, interior de Taquara, vai finalmente iniciar suas atividades. Para celebrar o momento, autoridades municipais e a comunidade da região se reuniram, na noite de quarta-feira (25), para conhecer o novo educandário da rede municipal, que atenderá crianças de zero a quatro anos de idade.

Instalada no prédio de propriedade do município, em que antes funcionava a Escola Zeferino Vicente Neves Filho, a EMEI Vovó Celita possui três salas de aula, cozinha, refeitório, secretaria, sala dos professores, banheiros, sala para depósito e um espaço em seu pátio, onde será montado uma grande caixa de areia, para a diversão dos pequenos.

De acordo com a diretora Ana Lúcia Dias, professora concursada do município, que anteriormente trabalhava na EMEI Vovó Domênica, a equipe de profissionais da nova escola de educação infantil de Taquara é composta por oito professores, seis auxiliares, coordenadora, duas merendeiras e duas serventes.

“Nossa equipe atenderá inicialmente 25 alunos, moradores de Pega Fogo e outras localidades dos arredores, em turno de 12 horas. A escola estará aberta de segunda a sexta-feira, das 6h30min às 18h30min.”, conta Ana Lúcia.

O novo educandário, que chegou a ser inaugurado no dia 10 de novembro de 2020, pelo então prefeito Tito Livio Jaeger Filho, não pode iniciar suas atividades, segundo a atual administração, por não estar credenciado junto ao Conselho Municipal de Educação.

Devidamente credenciada, e cumprindo todos os pré-requisitos para o início de suas atividades, incluindo a liberação do Plano de Prevenção e Prevenção contra Incêndios (PPCI), elaborado pelo Corpo de Bombeiros Militar de Taquara, a EMEI Vovó Celita inicia suas atividades com a proposta de desenvolver a metodologia Reggio Emilia, criada em uma região de mesmo nome no norte da Itália, e que visa observar o que as crianças sabem, além de planejar espaços para estimular as experiências dos alunos, tornando a aprendizagem significativa.

Moradora de Fazenda Fialho, Cássia da Rosa Padilha não escondia seu contentamento em ter um local seguro e com profissioais qualificados para cuidar da pequena Victória, de apenas seis meses de idade, enquanto ela trabalha.

Cássia da Rosa Padilha comemora o início das atividades da EMEI Vovó Celita

“Fico feliz e, ao mesmo tempo, com o coração apertadinho por ter que me afastar da minha filha enquanto trabalho. Mas sei que aqui ela estará bem cuidada e participando de atividades que irão contribuir com seu desenvolvimento”, analisa Cássia.

A pequena Victória da Rosa Padilha, de seis meses, é a aluna mais nova da escola

Presente durante a solenidade, a homenageada Celita Campos Rocha, de 84 anos, estava encantada com a escola que leva o seu nome e, enquanto visitava cada cantinho, relembrava momentos do seu passado como a primeira professora da localidade e do carinho que sempre recebeu de cada aluno que passou por sua sala de aula.

“Eu estive presente na inauguração da primeira escola que teve nesse terreno, que foi uma brizoleta [escolas implantadas pelo ex-governador Leonel Brizola, feitas de madeira e constituídas de uma ou duas salas de aula e um pequeno espaço para o preparo da merenda escolar]. Depois participei da inauguração da Zeferino e hoje, muito contente, vejo que os filhos e netos de meus ex-alunos poderão estudar nesta linda escola”, comemora Vovó Celita.

A secretária de Educação, Cultura e Esportes, Carla Silveira, destaca a importância do trabalho pedagógico no período da primeira infância, como forma de impulsionar o desenvolvimento da criança e gerar impactos no destino dela.

“Para uma criança pequena aprender ela precisa de múltiplos estímulos e experiências. E a escola de infância é um lugar de aprender, mas acima de tudo de ser feliz. E aqui, na Vovó Celita, as crianças da localidade irão viver as suas experiências de infância e serão muito felizes”, reforça Carla.

Professora de formação, a prefeita Sirlei Silveira destacou o trabalho desenvolvido por esses profissionais, responsáveis pela formação de muitos jovens e adultos, e comemorou a abertura de duas novas escolas de educação infantil em um curto período de tempo.

“Semana passada inauguramos a EMEI Vovó Mina, na localidade de Padilha, hoje entregamos para a comunidade de Pega Fogo a nova EMEI Vovó Celita. E, dentro de poucos dias, iremos inaugurar uma nova escola no bairro Eldorado”, contou a prefeita de Taquara.

Participaram da solenidade de início das atividades da EMEI Vovó Celita o presidente do Legislativo de Taquara, o vereador Adalberto Soares, a vereadora Carmem Fontoura, os vereadores da localidade, Everton Rosa e Júnior Eltz, representantes do Corpo de Bombeiros de Taquara, além de pais e mães dos futuros alunos e pessoas da comunidade em geral.

Fotos: Divulgação/Cris Vargas

>> Deixe sua opinião: