Geral
  CONTINGENCIAMENTO

Taquara forma Grupo de Ação Comunitária e Institucional e inicia ações de contingenciamento em caso de enchentes e temporais

Grupo está preparado para o atendimento da população atingida por desastres e intempéries causadas pela ação do tempo
Foto: Magda Rabie/Prefeitura de Taquara

Tendo como objetivo promover ações de possível contingenciamento em caso de desabrigados pelas chuvas, Taquara passa a contar com um Grupo de Ação Comunitária e Institucional (Gaci). Os representantes reuniram-se na segunda-feira (2) para iniciar as primeiras ações.

Segundo o secretário de Meio Ambiente, Defesa Civil e Causa Animal, Matheus Modler, a incidência de um ciclone extratropical poderá causar temporais ao longo desta semana, com chuva de até 200 milímetros entre esta terça (03) e a próxima quinta-feira (05), além de rajadas de vento que podem alcançar 130 km/h e granizos.

Formado por funcionários municipais, voluntários e integrantes dos serviços públicos de emergência, saúde, assistência social e segurança, lotados no Município, o Gaci colabora para o atendimento da população atingida por desastres e intempéries causadas pela ação do tempo.

“Este é um protocolo do Plano de Contingência elaborado por esta gestão municipal para nos auxiliar na tomada de decisões caso um evento venha a ocorrer. Tomara a Deus que nada aconteça, mas já teremos um planejamento encaminhado para assistir as pessoas se necessário”, revela Matheus.

Durante o encontro os representantes debateram estratégias de como ofertar respostas rápidas à comunidade, sobre os locais de alojamento para as famílias, o transporte das pessoas, bem como de alguns móveis, o fornecimento de alimentação e o acompanhamento emocional dos atingidos pelas cheias.

“Estamos acompanhando a situação, e estamos preparados para todas as situações análogas de risco com uma equipe institucional pronta para dar resposta imediata à comunidade”, declara o secretário de Meio Ambiente, Defesa Civil e Causa Animal de Taquara.

Além do secretário de Meio Ambiente, Defesa Civil e Causa Animal, Matheus Modler, o encontro contou com as presenças do comandante do Corpo de Bombeiros de Taquara, tenente Waldemar David Pereira Dias; da diretora do Presídio Estadual de Taquara, Mara Pimentel e do chefe de segurança, Jackson Leonei da Silva; dos funcionários Marcelo Birck e Gustavo Fank (Educação); Valmor Ribeiro e Alessandro Santos (Defesa Civil); secretário distrital de Padilha, Leandro Ferreira; coordenadora distrital de Fazenda Fialho, Entrepelado, Santa Cruz da Concórdia e Pega Fogo, Ariani Fischborn Pohren; e o secretário das distritais, Adair Natalino Fontes Pacheco; secretário de Obras e Serviços, Bruno Cardoso; secretário de Planejamento, Habitação, Segurança, Mobilidade e Trânsito, Luciano Campana; Solange Almeida (Desenvolvimento Social); diretor de Agricultura, Daniel Zwetsch; Airton Schirmer (Ong Vida Breve); diretora da EMEF Dr. Alípio Sperb, Vilma Sant’Ana Bastos e Cassiano Kublick (gabinete da prefeita).