Taquara vacina moradores a partir dos 18 anos na terça-feira (17) em postos de saúde

Na mesma data e locais, taquarenses atrasados com a segunda dose CoronaVac e Fiocruz/Oxford/Astrazeneca poderão concluir imunização.
Publicado em 15/08/2021 20:27 | Atualizado em 15/08/2021 20:28 Off
Por Vinicius Linden

Nesta terça-feira, dia 17, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Taquara vacinará moradores do Município com 18 anos ou mais nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) dos bairros Empresa, Santa Teresinha, Mundo Novo e no Piazito, das 8 às 17 horas. Nos mesmos locais, data e horários, aqueles que estão com o prazo vencido para realizar a sua segunda dose, ou seja, que já deveriam ter tomado e não compareceram no momento agendado, poderão completar a imunização.

Conforme a SMS, para a primeira dose será oferecida Pfizer, vacina que necessita ser aplicada em sala de vacinação. As equipes envolverão enfermeiros, vacinadores e agentes comunitários de saúde para garantir toda logística, bem como a preocupação com o distanciamento controlado, uso de álcool gel e máscara. Para os moradores atrasados com a 2° dose, será oferecida Fiocruz/Oxford/Astrazeneca para pessoas que estavam agendados até 16 de agosto e Coronavac/Sinovac/Butantan para moradores com etapa complementar agendada até o dia 24 de julho deste ano.

Será necessário apresentar cópia e original de documento de identidade com foto, comprovante de residência ou declaração de endereço e cartão SUS em Taquara. Não será necessário agendar horário. “É importante que cada pessoa na faixa etária procure a UBS mais próxima de sua residência. Vacina boa é vacina no braço”, destaca a secretária Ana Maria Rodrigues.

Todos Contra a Fome

Durante a vacinação, a equipe do Centro de Atendimento de Referência de Assistência Social (Cras) participa com a Campanha Todos Contra a Fome. A doação é espontânea e voluntária. Quem quiser colaborar pode doar alimentos não perecíveis, produtos de higiene pessoal e fralda infantil de todos os tamanhos. Os produtos são direcionados a famílias que passam por situações de vulnerabilidade em Taquara.

>> Deixe sua opinião: