Transferida para a BM de Porto Alegre, a trajetória da soldado Maycá se confunde com a história do Proerd em Taquara

Soldado foi recentemente aprovada no concurso para sargento e aguarda próximas etapas do certame
Publicado em 03/09/2021 14:55 Off
Por Cleusa Silva
Foto: Cleusa Silva/Rádio Taquara

Recentemente transferida para o Departamento Administrativo da Brigada Militar (BM), em Porto Alegre, Daniela Maycá de Souza, a soldado Maycá, tem uma trajetória de muita dedicação aos projetos voltados principalmente às crianças do município, fazendo parte da história do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd) em Taquara.

Integrante da BM desde 2003, a soldado Maycá pertence ao efetivo de Taquara desde 2004, tendo ainda trabalhado em outros municípios como reforço, como na Ocktoberfest de Igrejinha, na Festa das Rosas de Sapiranga, na Festa do Sapato de Campo Bom, entre outros eventos.

“Eu também trabalhei em duas edições da Operação Golfinho, hoje chamada Operação Verão, e em 2014, com o Proerd, e 2018/2019 no policiamento, em Arroio do Sal. E em 2017 e 2018 eu desenvolvi o Proerd em Parobé”, conta Daniela.

Fotos: Arquivo Pessoal

Sempre preocupada com o bem-estar e futuro das crianças e jovens de Taquara, o que mais lhe marcou em sua trajetória no município foi perceber as dificuldades enfrentadas pelos alunos do Proerd, além do carinho com que sempre foi recebida pelas escolas que passou.

“Perceber o quanto algumas de nossas crianças ainda passam por dificuldades e desigualdades me parte o coração. Da mesma forma, de maneira positiva, o convívio, a amizade, a alegria e curiosidade com que as crianças sempre me receberam em sala de aula faz com que essas desigualdades desapareçam e a lembrança dos bons momentos prevaleça”, destaca soldado Maycá.

Conforme Daniela, que é uma das responsáveis pelo Proerd Taquara desde 2006, quando realizou o curso para instrutora, o programa, que tem como proposta promover a interação entre escola, família e comunidade, nos assuntos de segurança e prevenção ao uso indevido de drogas, já atendeu aproximadamente 10 mil alunos em Taquara.

“O Proerd foi implantado no município em 2001, tendo uma pausa em 2004 e 2005. Foi retomado em 2006, não sendo interrompido nem mesmo durante a pandemia, já que as aulas seguiram sendo realizadas em formato on-line”, explica Daniela.

Bastante otimista e empolgada com o novo desafio de trabalhar no Departamento Administrativo da Brigada Militar, tendo a oportunidade de mostrar outras habilidades, a soldado foi recentemente aprovada no concurso para sargento e aguarda ser convocada para as próximas etapas do certame. Plenamente convicta da escolha de sua profissão, Daniela deixa um recado para as mulheres que também desejam entrar para a Brigada Militar.

“Para as meninas que sonham em entrar para essa profissão eu diria que as dificuldades sempre aparecerão, não só na BM, mas elas devem lutar e fazer o melhor que puderem, pois terão a oportunidade de ajudar muitas pessoas, inclusive outras mulheres como elas. É uma profissão que, às vezes, mesmo que em momentos inesperados, nos traz momentos gratificantes também”, conclui a soldado Maycá.

No último dia 27, como forma de agradecimento pelos anos de serviços prestados e por sua importância frente ao Proerd de Taquara, a prefeita Sirlei Silveira ofereceu a Daniela uma despedida simbólica, reunindo autoridades locais, familiares e amigos, que fizeram questão de desejar boa sorte a mais nova membro do Departamento Administrativo da Brigada Militar, em Porto Alegre.

Fotos: Cleusa Silva/Rádio Taquara

“É muito bom, a gente como representante do poder executivo, e falo em nome de todos os taquarenses, reconhecer a tua passagem por Taquara de uma forma muito afetuosa e de muita construção. Você sempre ensinou, nas aulas do Proerd, que esse programa faz com que a criança perceba que ela não tem que ter medo da farda. Ela precisa respeitar, mas ela pode e deve chegar perto quando tiver um problema. Queremos te desejar que Deus abençoe teus caminhos, que você seja muito feliz e que, muito em breve, possa retornar para a nossa cidade”, ressaltou a prefeita de Taquara.

>> Deixe sua opinião: