Geral
  TECNOLOGIA EM SALA DE AULA

Uso de tecnologia na sala de aula motiva alunos da Rede Municipal de Ensino em Parobé

Ao todo, a Administração Municipal já adquiriu 448 chromebooks que estão sendo entregues tanto para alunos como professores da rede pública municipal.

As tecnologias estão cada vez mais freqüentes na nossa vida e, principalmente, os mais jovens estão cada vez mais conectados ao mundo online. E foi pensando na inclusão da tecnologia em sala de aula que a Administração Municipal de Parobé está transformando o método tradicional de ensino ao levar para a sala de aula dos estudantes municipais soluções tecnológicas como os chromebooks.

Os equipamentos, que são notebooks de última geração para a realização de atividades escolares, estão sendo distribuídos em escolas do município desde o mês passado. Ao todo, a Administração Municipal já adquiriu 448 chromebooks que estão sendo entregues tanto para alunos como professores da rede pública municipal. No total, a Prefeitura investirá mais de um milhão entre os equipamentos já adquiridos e que ainda serão comprados, que devem somar 750 chromebooks. Além disso, foram adquiridos 23 gabinetes de carregamento dos chromebooks, que são armários especiais com rodinhas, que também serão entregues nas escolas.

Uma das escolas em que os novos equipamentos vêm encantando estudantes e educadores é a escola Marieta Melita da Silva, na Morada do Funil.

“O chromebook ajudou muito a gente, porque teve um grande avanço da tecnologia dentro da sala de aula. E vamos poder usar essa tecnologia para muitas coisas relacionadas ao estudo”, comemora a estudante Mirian Machado Borba da Silva.

A ação faz parte de uma série de investimentos que estão sendo feitos pela Prefeitura de Parobé para levar a tecnologia para dentro da sala de aula, proporcionando um ensino de qualidade e conectado.

Os chromebooks são um tipo de notebook portátil e leve que funciona com o sistema operacional Chrome OS do Google. Por ser compacto, facilita o transporte pelo aluno e o ajuda a executar todas as atividades escolares como criar apresentações, responder pesquisas, entre muitas outras atividades.

Segundo Picucha, esse é um grande investimento que vai qualificar e facilitar muito a vida do professor e expandir o universo da aprendizagem do aluno. “Parobé está investindo na cultura digital como prática pedagógica. Além dos chromebooks, outro exemplo são as oficinas de robótica que tiveram início no ano passado em nossas escolas. A nossa proposta é que todos esses equipamentos sejam utilizados em sala de aula nas diferentes disciplinas para complementar os estudos. Hoje, especialmente depois de toda adaptação que precisamos fazer durante a pandemia, falar em educação requer abordar também todas essas novas ferramentas pedagógicas”, destaca o prefeito.

Segundo a secretária de Educação Joana D’Arc Witmann, como a tecnologia evolui muito rapidamente, os estudantes têm de estar preparados para ela. “Nosso papel é acompanhá-las nesse processo. Essa é uma ferramenta pedagógica que irá potencializar as aprendizagens, integrando a tecnologia com o conhecimento, com os professores utilizando esses equipamentos desde a pré-escola até o 9º ano”, explica.