Vereadores de Parobé se mobilizam para garantir melhorias na ERS-239 no plano de concessão de rodovias

Dentre os pedidos, elencados no ofício, estão instalação de câmeras; melhorias na sinalização; viaduto; ciclovia; três novas passarelas e a instalação de guard rails ao longo do perímetro.
Publicado em 31/08/2021 14:37 | Atualizado em 01/09/2021 08:48 Off
Por Alan Júnior
Foto: Matheus Oliveira/Câmara de Vereadores

Diante do plano do Estado de conceder à iniciativa privada mais de mil quilômetros de rodovias, um grupo de vereadores se mobilizou para garantir que melhorias na ERS-239, no trecho de Parobé, façam parte dos editais de concessão. Para unificar as propostas, uma reunião foi feita na tarde de segunda-feira (30). Um ofício com todas as sugestões será entregue ao Executivo municipal, que vai repassar as demandas ao Estado. 

Entre os principais apontamentos, os vereadores elencaram a necessidade de instalação de câmeras de monitoramento e melhorias na sinalização. Entre as sugestões que vão exigir maior investimento, os parlamentares citaram a construção de um viaduto na altura da “passarela do Rubinho”; ciclovia; três novas passarelas, sendo uma em frente à Bibi, outra próxima ao viaduto do bairro Alexandria e uma última nas proximidades da loja Zé Pneus; e a instalação de guard rails ao longo do perímetro, para evitar a queda de veículos em valetas. 

Outro pedido é que seja construída uma via superior na saída da rua Djalmo Haack que dê acesso à RS-239. O objetivo é desafogar o fluxo no viaduto do bairro Integração. Entre as sugestões também consta a substituição do pardal por uma lombada eletrônica, com menor limite de velocidade, no trecho próximo à entrada do Residencial Azaleia. 

“Solicitamos essas melhorias independente da vinda ou não de um pedágio para Parobé. O contrato de concessão será de 30 anos, então se essas melhorias não forem incluídas nos editais, não teremos nada disso nesse período”, frisou o presidente da Câmara de Vereadores Marcos Friedrich (PDT).

Participaram do encontro o presidente Marquinhos e os vereadores Marcelo Pereira (PDT), Henrique dos Santos (Republicanos), Betinho (PDT), Nilson Machado (DEM), Celso Açougueiro (DEM), Elario Jahn (MDB), Sergio Padilha (Cidadania), e Gilberto Gomes (Republicanos).

Sobre as concessões

O plano de concessões do governo do Estado prevê que a iniciativa privada assuma a responsabilidade por investimentos e manutenções em 1.131 quilômetros de rodovias. Com a homologação dos contratos, seria extinta a Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR), atual responsável pelos trechos. Os editais preveem novas praças de pedágios e mudança nas tarifas em contrapartida aos investimentos. Na região, o plano inicial prevê a transferência do pedágio de Campo Bom para Parobé, na ERS-239, e a instalação de uma nova praça em Igrejinha, na ERS-020.

>> Deixe sua opinião: