Vovô Benjamin inicia oficialmente as atividades com crianças do bairro Eldorado em Taquara

Educandário terá capacidade para até 45 crianças de 4 meses a 4 anos e 11 meses.
Publicado em 04/10/2021 18:09 Off
Por Vinicius Linden

A Prefeitura de Taquara, através da Secretaria de Educação, Cultura e Esportes (Smece), realizou o ato oficial de início das aulas da Escola Municipal de Ensino Infantil Benjamin Bourscheit – Emei Vovô Benjamin na manhã desta segunda-feira (4). A cerimônia, no educandário da rua Reinoldo Jaeger, 2684, bairro Eldorado, foi acompanhada pela comunidade, vereadores e autoridades municipais.

A escola terá três turmas, podendo atender 45 crianças do bairro de 4 meses até os 4 anos e 11 meses, em turno integral. A diretora Cátia Furquim lembrou que os moradores aguardavam por este momento há anos. “Entregamos a realização de um desejo, uma escola de educação infantil que foi preparada com muito amor e envolvimento, inspirada no protagonismo das crianças”, reforçou, agradecendo a presença da comunidade.

Apesar de ter sido inaugurada no dia 29 de dezembro de 2020, nos últimos dias da gestão passada, a secretária Carla Silveira lembrou que a Emei Vovô Benjamin precisou passar por ajustes na estrutura para que pudesse receber de fato os estudantes, bem como a regularização pelos órgãos competentes. “Que aqui possamos viver momentos de infâncias felizes, dialogando com a comunidade”, concluiu.

Um sonho para o Eldorado

A vereadora Carmem Fontoura, que é líder comunitária do bairro, destacou que o funcionamento da Emei representa um sonho e um avanço para a localidade, que completou 30 anos de fundação. “Durante muito tempo, ficamos esquecidos. É uma responsabilidade grande preparar as crianças da comunidade. Que possamos ajudar a transformar a nossa educação, de forma diferenciada e acolhedora”, destacou.

Os vereadores Beto Lemos, Elias Rodrigues, Júnior Eltz, Jorginho Almeida, Adalberto Soares e Dodô Mello, o secretário de Orçamento e Finanças, Jefferson Allan Müller, o coordenador da Defesa Civil, Matheus Modler, a diretora pedagógica da Smece, Andreia Reis, o diretor financeiros da Smece, Ederson Iachinski, a diretora de Trânsito de Taquara, Luciane Angeli, a presidente do Conselho Municipal de Educação, Márcia Rodrigues da Silva, e a banda marcial da Escola Municipal de Ensino Fundamental (Emef) Getúlio Vargas sob a regência do professor Israel Gonçalves Moreira (Buiu) também estiveram presentes.

Metodologia italiana

Assim como as Emeis Vovó Mina e a Vovó Celita, iniciadas neste ano em Padilha e Pega Fogo, respectivamente, a Vovô Benjamin também terá como proposta pedagógica a metodologia Reggio Emilia, que foi criada em uma região de mesmo nome no norte da Itália. Após a Segunda Guerra Mundial, as famílias que viviam naquela localidade colaboraram com os educadores para o desenvolvimento de um sistema público único de educação infantil. Hoje, esta proposta é considerada uma referência mundial na abordagem para as crianças.  

Quem foi o “Vovô Benjamin”

Nascido em Santa Rosa (RS) no dia 6 de abril de 1941, filho de Vandelin Bourscheit e Josefina Bourscheit, Benjamin Bourscheit foi casado com Lúcia Bourscheit sendo pai de nove filhos. Mudou-se para o Eldorado no dia 21 de agosto de 1995. No bairro, ainda residem cinco filhos, entre eles Pedro Bourscheit, que esteve com a esposa Nara Neves na cerimônia desta segunda. “Uma emoção grande, uma satisfação pela memória do pai. Faz sete anos que ele é falecido. Com as crianças, fazia a festa. Quando recebia visita dos netos, corria ao mercado para comprar refri e doces”, recorda Pedro.

Em Taquara, Benjamin trabalhou na construção civil, onde ajudou na construção do antigo Shopping das Fábricas, na construção da Emef Getúlio Vargas e do Barracão Católico do loteamento. Benjamin também foi um dos fundadores da Comunidade Nossa Senhora Aparecida. Em 1º de setembro de 2014, não venceu a luta contra a diabetes, deixando oito filhos, 17 netos e seis bisnetos. 

>> Deixe sua opinião: